fbpx

MENU

MENU

13 3307.5064 | 13 3307.5065

Café

DIRETO AO PONTO!
10/04/2021

Receba comentários semanais do mercado







A semana foi de recuperação dos preços com o Set-21 fechando @ 130,70 centavos de dólar por libra peso, uma alta de 530 pontos na semana (mínima/máxima @ 124,45 e 132,55 centavos de dólar por libra peso respectivamente).

A segunda-feira começou tranquila com o Set-21 “trabalhando de lado”, oscilando 225 pontos e fechando com apenas +40 pontos de alta @ 125,80 centavos de dólar por libra-peso. Na semana o volume negociado voltou a ser positivo negociando +40.600/+67.800/+48.845/+60.600 e +61.000 lotes por dia.

Na terça-feira o mercado reagiu subindo 375 pontos (testando a resistência @ 131 centavos de dólar por libra-peso) após o Citibank ter publicado novo relatório com expectativas do crescimento da economia mundial prevendo um crescimento de +7% na economia americana e +5,5% na economia global! O relatório da OIC (Organização Internacional do Café)  referente a safra 20/21 também sustentou  o mercado informando que “Produção global chega a 171,89 milhões e consumo 166,7 milhões de sacas. O consumo mundial de café deve aumentar 1,3% para 166,6 milhões de sacas em 2020/21 em comparação com o ano cafeeiro de 2019/20, pois o consumo doméstico está aumentando, compensando a redução do consumo fora de casa causada por medidas de distanciamento social enquanto global economia se recupera em um ritmo lento. O consumo nos países importadores e o consumo interno nos países exportadores devem ser de 115,96 milhões de sacas e 50,66 milhões de sacas, respectivamente”.

Nos outros 3 dias restantes da semana o Set-21 conseguiu se sustentar e fechar bem em cima da importante resistência da média-móvel dos 72 dias @ 130,70 centavos de dólar por libra-peso! Se na próxima segunda-feira o mercado não conseguir trabalhar acima dessa resistência poderemos ver nova venda dos fundos e mercado voltar a testar o importante suporte da média-móvel dos 50 dias @ 123,90 centavos de dólar por libra-peso.

Se o mercado conseguir trabalhar e fechar acima dos 130,70 centavos de dólar por libra-peso as próximas resistências estão @ 132,70 e 141,50 centavos de dólar por libra-peso.

Mercado segue monitorando os boletins climáticos diários, os relatórios atualizados dos fundos/bancos/corretoras, as expectativas dos produtores/cooperativas brasileiras para a safra que se inicia, e alguma notícia real para buscar uma tendência tanto de alta quanto de baixa.

No Brasil a colheita do café tipo robusta já começou em algumas regiões e temos escutado de tudo e informações antagônicas: produção excelente / produção aquém do esperado; café já colhido está muito verde e vai prejudicar a qualidade final do produto / café já colhido de ótima qualidade!

Com o avanço dos casos de covid-19 no Brasil o prefeito de Itamaraju, na Bahia, proibiu a colheita do café até o dia 18 de Abril (a princípio essa informação não assustou o mercado pois esse município responde por 11% da produção do Estado da Bahia, e segundo alguns “informantes” essa decisão teve efeito apenas político). Se essa atitude vier a se repetir em outros municípios poderemos ter atrasos na colheita e suporte nos preços no curto prazo. Custos logísticos seguem aumentando e conseguir containers continuam sendo os desafios diários para os exportadores.

Fundos seguem comprados em +11,900 lotes e continuam ativos! No curto prazo não acreditamos nos fundos “virando a mão”, indo “short”. Porém, se a safra for tranquila, não houver geadas, as chuvas voltarem até o final de Abril/primeira quinzena de Maio (favorecendo a recuperação hídrica das lavouras para o próximo ciclo) e a produção brasileira desta safra 20/21 vier acima dos 55 milhões de sacas, aí sim poderemos ver o mercado voltar para 110/100 centavos de dólar por libra-peso. Só saberemos desses “Ses” em Agosto, após atravessarmos o período do inverno!

Seguimos recomendando proteção para a próxima safra 21/22 com a compra de “Put-Spread” no Set-22, strike +135/-110 vendendo a “Call-Spread” strike -170/+200 com custo estimado ao redor de R$ 65,00/saca (garantindo uma venda bruta entre R$ 790-1.055/saca desde que o Set-22 feche acima dos 110,05 centavos de dólar por libra-peso).

Como sempre, sejam prudentes! Protejam-se!

Ótima semana a todos!

 

Marcelo Fraga Moreira*

*Marcelo Fraga Moreira é um profissional há mais de 30 anos atuando no mercado de commodities agrícolas, escreve este relatório sobre café semanalmente como colaborador da Archer Consulting.

** “Call” = opção de Compra

** “Put” = opção de Venda

** “Compra Call-Spread” = compra e venda simultânea de 2 Opções de Compra comprando a Opção com preço de exercício  mais baixo vendendo a Opção com preço de exercício mais alto);

** “Venda Call-Spread” = venda e compra simultânea 2 Opções de Compra vendendo a Opção com preço de exercício  mais alto e comprando a Opção com preço de exercício mais baixo);

** “Compra Put-Spread” = compra e venda simultânea 2 Opções de Venda comprando a Opção com preço de exercício  mais alto e vendendo a Opção com preço de exercício mais baixo);

** “Venda Put-Spread” = venda e compra simultânea 2 Opções de Venda vendendo a Opção com preço de exercício  mais alto e comprando a Opção com preço de exercício mais baixo);

** “CFTC” = Commodity Futures Trading Commission – agência independente do governo dos Estados Unidos que regula os mercados de futuros e opções das commodities;

Saiba mais sobre nossos cursos in company

Confira valores, disponibilidade e datas.

Estou interessado

Café

QUEM SE LEMBRA DO JOGO DA FORCA? VAMOS JOGAR? XEQUE M A _ _!

08/05/2021

ler mais

Açúcar

AS DICOTOMIAS DO MERCADO

07/05/2021

ler mais

Café

UTILIZEM AS FERRAMENTAS QUE O MERCADO DISPONIBILIZA A SEU FAVOR!

01/05/2021

ler mais

Receba comentários semanais do mercado