Notícias


Foto-Noticias

SETOR SUCROALCOOLEIRO SOFRE COM CALOR E SECA

Etanol liquida melhor que açúcar, mas poderá sofrer com estoques de passagem.

 A escassez de chuvas na região Centro-Sul do país não apenas elevou a níveis históricos o preço da energia, como tem surpreendido às usinas e acionado a luz amarela para o mercado de açúcar. Sem chuva, a cana não cresce e a seca tem persistido em algumas regiões produtoras de maneira irregular.

“É difícil afirmar nesse momento que o dano é irreversível. Mais difícil ainda quantificá-lo. O fato é que ele existe e pode ser eventualmente compensado, se houver uma quantidade de chuvas suficiente. Alguns especialistas de mercado tem apostado numa perda de 1 a 2% na safra do próximo ano. Teremos que aguardar se esses números se confirmam”, avalia Arnaldo Corrêa, gestor de riscos de commodities agrícolas e diretor da Archer Consulting.

De acordo com Arnaldo, a falta de chuvas é principal razão para a alta de preços do açúcar, ocorrida na semana passada na Bolsa de NY, com alta de 50 pontos em relação à semana anterior, ou 11 dólares por tonelada. No acumulado do ano, no entanto, o açúcar é a segunda commodity que mais caiu no mundo, com 4,9% – abaixo apenas do trigo, com quedas de 8,2%.

Estudos da Archer Consulting – empresa de assessoria em mercados de futuros, opções, derivativos e planejamento estratégico para commodities agrícolas – apontam que o percentual de alta na semana passada, de 4,14%, foi o maior registrado desde junho de 2012. “Embasado nesse fechamento, os fundos somam um lucro não realizado de mais de US$ 150 milhões. Talvez não tenham pressa de recomprar essas posições, mas não é difícil imaginar que se a situação de falta de chuvas piorar poderá haver uma reversão na tendência atual”, completa Arnaldo.

Os preços de etanol, por sua vez, apresentam melhor rentabilidade. O consumo de etanol, de acordo com números da Archer, indica que o estoque de passagem vai ser bem estreito mantendo a firmeza nos preços do anidro e do hidratado, que hoje liquidam para as usinas muito acima do açúcar para exportação (de 40-80 dólar por tonelada equivalente de açúcar).

Deixe seu Comentário

thumb-cafe-3
thumb-acucar-2
thumb-cafe-2

11 2589.0119 | 11 2589.0166

Onde
estamos
veja no mapa

Rua Humberto I, 236 - Cjto. 42
Vila Mariana | CEP 04018-030
SÃO PAULO / SP