fbpx

MENU

MENU

13 3307.5064 | 13 3307.5065

Café

USDA + FUNDOS COLOCANDO “ÁGUA NO CHOPP” – POR ENQUANTO!
01/06/2024

Mesmo com uma semana mais “curta” marcada pelo feriado na segunda-feira nos EUA e na quinta-feira no Brasil, onde o “mercado deveria ter menor liquidez”, o mesmo seguiu seu rumo e sua volatilidade. O vencimento Julho-24 trabalhou com uma amplitude de “apenas” +3.490 pontos (fechamento semana anterior / mínima / máxima / fechamento atual respectivamente @ 218,25 / 219,25 / 237,75 / 222,25 centavos de dólar por libra-peso). O R$ continuou a desvalorizar com os gastos do governo descontrolados assustando o investidor e também colocando certa pressão na composição dos preços das principais commodities agrícolas produzidas / exportadas pelo Brasil (encerrou a semana @ 5,27 R$/US$).

Os fundos + especuladores aumentaram a posição “comprada” em +2.785 lotes e encerraram comprados em +47.043 lotes quando. Durante o último período da apuração dos dados (22 de maio até o dia 28 de maio) o mercado subiu aproximadamente +2.500 pontos buscando praticamente o meu objetivo de curto prazo – os +240 centavos de dólar por libra-peso! O volume médio diário voltou a ficar acima dos 50.000 lotes/dia.

Na terça-feira os fundos + especuladores iniciaram “jogando” as cotações pra cima em aproximadamente +1.300 pontos e com um volume negociado acima dos +65.000 lotes! Nessa “rasgada” muitos “stops” foram acionados e o que parecia “distante” para os “vendidos em opções baratas” e com “baixa probabilidade em serem exercidas” – entre os “strikes” +210 / +240 centavos de dólar por libra-peso voltaram a deixar muitos “vendidos” preocupados! O vencimento das opções do vencimento julho-24 será na próxima sexta-feira, dia 12 de junho.

Nesses próximos 10 pregões creio que ainda teremos muita volatilidade – agora com os fundos + especuladores “empurrando” o mercado para novas baixas procurando ativar novos “stops” dos “desesperados” que acabaram “invertendo a mão” – agora vendendo opções de venda “put*” para recomprar as opções de compra “call*” e “estopar” o risco do mercado seguir subindo. Porém, agora, poderemos ver o movimento contrário com os “vendidos nas opções de venda put*” sangrarem mais um pouco precisando “recomprar” novamente as posições vendidas! E os fundos + especuladores na posição “correta” voltando a ganhar muito dinheiro deixando muitos outros sangrando pelo caminho.

Como indicado no gráfico abaixo, o Julho-24 agora encontra suportes @ 222 / 209 / 197 / 190 / 180 centavos de dólar por libra-peso e resistência @ 240 centavos de dólar por libra-peso. E, notar que o indicador “estocástico” continua indicando “venda”…

Aparentemente o combustível para essa forte alta nos primeiros pregões da semana foi a confirmação por parte de muitos produtores e agentes do mercado dos problemas encontrados nesse início da colheita da safra brasileira 24/25. Os rendimentos até agora obtidos continuam indicando uma safra brasileira “menor” e com peneira aquém do esperado! Muitos produtores otimistas venderam, e se comprometeram, a entregar uma quantidade e qualidade acima do que vai ser efetivamente colhido (peneira 17/18 para 25/30/35% da sua lavoura) e agora já estão procurando renegociar seus contratos! Além do problema “qualidade/peneira” a quebra no rendimento também vêm se confirmando entre -20%/-40% em muitas lavouras do café tipo robusta e ainda em analise na safra do café tipo arábica. As lavouras foram bem afetadas pelos problemas climáticos durante os períodos da florada / desenvolvimento / enchimento dos grãos e os reflexos estão sendo confirmados agora e dificilmente creio em uma safra brasileira 24/25 acima dos +65 milhões de sacas.

Até o pregão da quinta-feira o mercado continuava em “tendência de alta”. Porém, após o fechamento do mercado, o USDA* publicou nova estimativa da safra do Vietnam 24/25 em +29,10 milhões de sacas! Ainda com o mercado fechado a previsão do USDA* deixou muitos operadores preocupados e em alerta com “o dedo no gatilho” (na semana anterior a trading Volcafé havia publicado a sua expectativa para a safra do Vietnam em +24/+25 milhões de sacas).

O último pregão da semana ainda começou em leve alta – com o Julho-24 chegando a negociar @ 237,75 centavos de dólar por libra-peso. Porém os dados da economia americana divulgados as 09:30 hrs (horário de Brasília) junto com dados mais fracos da economia chinesa fortalecendo o US$ frente as demais moedas e o receio referente a uma desaceleração na economia global fez os “fundos + especuladores” entrarem com ordens de venda, derrubando o mercado em aproximadamente -1.300 pontos!

Os dados do USDA* em relação as safras do Vietnam e Colômbia, a meu ver, estão muito otimistas e, mesmo com uma produção em +29,10 milhões de sacas no Vietnam e +12,40 milhões de sacas na Colômbia, o reflexo no balanço global será mínimo! Os estoques globais continuarão em níveis muito baixos. A produção global novamente ficará abaixo do consumo global estimado – em novo déficit/superávit entre -12,60 / +2,58 milhões de sacas (dependendo das premissas assumidas); e para o consumo global ser atendido será necessário utilizar novamente os “estoque de passagem” onde quer que eles estejam depositados! Infelizmente os dados brasileiros do “estoque de passagem” seguem sem ser atualizados pela Conab* já há meses…

Sendo “otimista” e considerando o “cenário 2” abaixo (o que não acredito), o estoque de passagem global ficará ao redor dos +20 milhões de sacas durante os próximos 3 anos e o “índice estoque x consumo” ao redor dos +10%! Atenção no “cenário 1”…

Qualquer novo evento climático em qualquer origem durante os próximos 3 anos poderá tornar ainda mais explosivo o quadro da “oferta x demanda” – principalmente com a Europa forçando a proibição para importar café de origens “desmatadas” e o crescimento dos novos mercados como China e Índia!

O Brasil continuará sendo o principal fornecedor de café para o mundo nos próximos anos / décadas visto o brilhante trabalho de certificação que vem sendo implementado pela Cecafé* e pelo setor durante os últimos anos.

Agora, resta ao produtor brasileiro “aprender” a acompanhar os quadros de “oferta x demanda mundial” e “aprender” a fazer contas de arbitragem, exigindo preços justos e prêmios junto aos seus compradores em função da qualidade / garantia do cumprimento dos contratos / ganhos logísticos, etc. E, como já descrito em outros comentários semanais nos 9-13 de agosto 2021 e 16-21 de agosto de 2021 “OU CADEIA SE UNE OU VAI FALTAR CAFÉ”! (comentários podem ser acessados no site da Archer – archerconsulting.com.br )

O produtor brasileiro continua negociando o café tipo robusta ainda com um desconto para o café tipo robusta do Vietnam em -250/-350 R$/saca! Eu, junto com outros analistas respeitados no setor (Henk / Ferrão), estamos demonstrando esse “desconto” da origem Brasil x origem Vietnam há meses… Porém, até agora os produtores continuam “no mercado” vendendo com “desconto”…

Creio que se o produtor brasileiro ficar fora do mercado por 2-3 semanas e começar a “colocar preço” tanto para o café tipo robusta quanto para o café tipo arábica pelo menos ao “mesmo preço” paridade para o café do Vietnam, os preços internos já estariam negociando fácil acima dos +1.300 / +1.400 R$/saca para o café tipo robusta e acima dos +1.500 R$/saca para o café tipo arábica!

Em maio-24 o Brasil deverá ter exportado novamente entre +4,30 / +4,60 milhões de sacas (segundo dados preliminares da Cecafé*) confirmando uma exportação recorde na safra 23/24 acima dos +47,50 milhões de sacas! Aparentemente, para o Brasil conseguir exportar todo esse volume e ainda atender a demanda no seu mercado interno ao redor dos +21,50 milhões de sacas, então o mercado global está consumindo muito do “estoque de passagem” brasileiro armazenado e não contabilizado pelo “mercado” há anos! O reflexo desse “consumo dos estoques de segurança” poderá ter reflexos muito positivos no médio prazo caso as exportações brasileiras durante os próximos 6 meses voltem a ficar entre +3,30 /+ 4,00 milhões de sacas – frustrando a expectativa dos fundos/especuladores/USDA* onde o Brasil será sempre o “salvador da pátria”!

Como dito acima, o Julho-24 agora encontra suportes @ 222 / 209 / 197 / 190 / 180 centavos de dólar por libra-peso e resistência @ 240 centavos de dólar por libra-peso. E, notar que o indicador “estocástico” continua indicando “venda”…

Cuidado e atenção para as vendas futuras, para as “travas” das safras 25/26, 26/27.

Ainda teremos muitos eventos climáticos nos próximos meses que poderão afetar as próximas safras ao redor do mundo. E, aqui no Brasil, a principal origem do mundo, o inverno ainda nem começou!

Descubra o poder dos derivativos com nosso curso o Curso Avançado de Futuros Opções e Derivativos – Commodities Agrícolas, presencial, em São Paulo, dias 25 (terça-feira) e 26 (quarta-feira) de junho. Aprenda estratégias sofisticadas e técnicas de ponta para dominar o mercado. Com décadas de experiência nós vamos guiar você para alcançar uma performance excepcional. Transforme seu conhecimento e alcance novos patamares em sua carreira. Esta provavelmente será a única oportunidade esse ano de você fazer um curso que virou referência no mercado e já foi atendido por mais de 3.000 profissionais de diversos setores do agronegócio. Para mais informações contate priscilla@archerconsulting.com.br

Boa semana a todos!

Marcelo Fraga Moreira*

*Marcelo Fraga Moreira é um profissional há mais de 30 anos atuando no mercado de commodities agrícolas, escreve este relatório sobre café semanalmente como colaborador da Archer Consulting.

** “Call” = opção de Compra

** “Put” = opção de Venda

** “Compra Call-Spread” = compra e venda simultânea de 2 Opções de Compra comprando a Opção com preço de exercício mais baixo vendendo a Opção com preço de exercício mais alto);

** “Venda Call-Spread” = venda e compra simultânea 2 Opções de Compra vendendo a Opção com preço de exercício mais baixo e comprando a Opção com preço de exercício mais alto);

** “Compra Put-Spread” = compra e venda simultânea 2 Opções de Venda comprando a Opção com preço de exercício mais alto e vendendo a Opção com preço de exercício mais baixo);

** “Venda Put-Spread” = venda e compra simultânea 2 Opções de Venda vendendo a Opção com preço de exercício mais alto e comprando a Opção com preço de exercício mais baixo);

** “CFTC” = Commodity Futures Trading Commission – agência independente do governo dos Estados Unidos que regula os mercados de futuros e opções das commodities;

** “IBGE” = Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

** “Cecafé” = Conselho dos Exportadores de Café do Brasil

** “SECEX” = Secretaria comércio exterior

** “CNC” = Conselho Nacional do Café

** “USDA” = Departamento da Agricultura dos Estados Unidos

** “FNC” = Federação Nacional dos Cafeicultores da Colômbia

** “FAS” = Serviço Agrícola Estrangeiro do USDA*

** “OIC” = Organização Internacional do Café

** “GCA” = Green Coffee Association

** “ABIC” = Associação Brasileira da Indústria de Café

** “Sincal” = Associação dos Produtores do Brasil

** “NDF” = (Non-Deliverable Forward), um contrato a termo de moeda com liquidação financeira, com vencimento para aquele mês

** “Pib” = Produto Interno Bruto

** “FED” = Banco Central Americano

** “NOAA” = Departamento Nacional da Atmosfera e Oceanos dos Estados Unidos

** “EUROSTAT” = Serviço de Estatística da União Europeia responsável pela publicação de estatísticas e indicadores de elevada qualidade a nível europeu que permite a comparação entre países e regiões

** “OPEP” = A Organização dos Países Exportadores de Petróleo

** “FOMO” = É caracterizada pela necessidade constante que uma pessoa tem de saber o que outras estão fazendo. FOMO, sigla que vem da expressão em inglês “fear of missing out”, que traduzida para o português significa “medo de ficar de fora”.

o investidor fica com receio em perder uma oportunidade no mercado e sai “comprando ou vendendo” para não ficar de fora da “oportunidade” divulgada na mídia (FOMO = Free of missing out A Organização dos Países Exportadores de Petróleo

** “COOXUPÉ” = Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé

** “Coccamig” = Cooperativa Central de Cafeicultores e Agropecuaristas de Minas Gerais

** “PIB” = Produto interno Bruto de um país

** “COPOM” = Comitê de Política Monetária, é um órgão do Banco Central. Ele foi criado em 1996 com o objetivo de traçar e acompanhar a política monetária do país. Esse é o órgão responsável pelo estabelecimento de diretrizes a respeito da taxa de juros

** “BASIS” = O basis é a disparidade de preço causada pela diferença geográfica entre os pontos de entrega da commodity. Ele é calculado subtraindo o valor da commodity no mercado físico em determinada praça, pelo preço do mesmo produto no mercado futuro.

** “Bandas de bollinger” = do inglês bollinger bands, é um indicador de volatilidade bastante utilizado para prever se um ativo está sobre-comprado, estável ou sobre-vendido. Ele é formado por duas médias móveis, uma superior e outra inferior que indicam tal informação. São alguns atributos desse indicador:

• Antever os níveis de preço de um ativo

• Antecipar topos e fundos de preço no gráfico

• Mostrar a intensidade de valorização ou desvalorização de um ativo

Portanto, este indicador tenta mostrar se uma ação está barata ou cara, em um determinado período de tempo.

Desse modo, ele é indicado para operações de curto prazo, day trade ou swing trade.

O autor da técnica é o americano John Bollinger (nascido em 1950), analista financeiro e colaborador da área de análise técnica. John lançou o seu livro Bollinger on Bollinger Bands em 2001, mas essa técnica começou a ser desenvolvida por ele ainda na década de 1980. As bandas são derivadas das médias móveis e mostram que, independente de qualquer movimento que o preço faça, ele tende a voltar a um equilíbrio. Portanto, temos aí um “estreitamento das bandas” no gráfico de candlestick.

** “PMI” = A sigla PMI significa, em inglês, Purchasing Manager’s Index e é um indicador que mede a atividade econômica de um país a partir de pesquisas mensais realizadas por uma empresa privada.

Assim, o PMI também é conhecido como Índice de Gerentes de Compra e seu principal objetivo é fornecer informações sobre a temperatura de alguns setores da economia e orientar os diversos profissionais do mercado.

Receba comentários semanais do mercado







Saiba mais sobre nossos cursos in company

Confira valores, disponibilidade e datas.

Estou interessado

Café

USDA* 01 X MERCADO 0 (POR ENQUANTO)

22/06/2024

ler mais

Açúcar

OS QUATRO ELEMENTOS

22/06/2024

ler mais

Café

ENQUANTO O INVERNO NÃO VEM O MERCADO SEGUE CONSOLIDANDO!

15/06/2024

ler mais

Receba comentários semanais do mercado